O Jogo ao Vivo

Covid-19

Gato inglês com o novo coronavírus foi infetado pelos donos

Gato inglês com o novo coronavírus foi infetado pelos donos

Um gato de estimação tornou-se o primeiro animal do Reino Unido a ser infetado com coronavírus, revelaram as autoridades sanitárias do país, esta segunda-feira, insistindo que não há "nenhuma prova" de que o animal possa transmitir a doença.

O caso foi confirmado pelo chefe veterinário britânico após testes laboratoriais realizados no início deste mês na região do Surrey, perto de Londres.

Responsáveis britânicos disseram que "todas as provas disponíveis" indicavam que o gato provavelmente foi infetado pelos seus donos, que tinham dado positivo para a covid-19. Uma declaração do Ministério do Ambiente afirma que o gato não representa qualquer risco.

"Embora este seja o primeiro caso confirmado de infeção animal com a estirpe do coronavírus no Reino Unido, não há provas que sugiram que o animal tenha estado envolvido na transmissão da doença", afirmou o Governo.

O gato foi inicialmente diagnosticado por um veterinário privado como tendo o vírus do herpes felino, mas a amostra foi também posteriormente testada para covid-19 e provou ser positiva.

A Chefe Veterinária Christine Middlemiss chamou-lhe "um evento muito raro", acrescentando que não há "provas que sugiram que os animais de estimação transmitam diretamente o vírus aos humanos".

Embora este seja o primeiro caso deste tipo no Reino Unido, houve relatos noutros locais de animais que desenvolveram o vírus.

Outras Notícias