Mundo

Golpistas anunciam Constituição e garantem Estado de Direito no Mali

Golpistas anunciam Constituição e garantem Estado de Direito no Mali

A junta militar que tomou o poder no Mali anunciou ao fim do dia de terça-feira que adotou uma nova "lei fundamental" para garantir "um Estado de direito e uma democracia pluralista".

A junta, que derrubou o anterior presidente em 22 de março, garantiu, através de um comunicado lido na televisão por um soldado, que o novo texto garante os direitos humanos básicos.

O Comité Nacional para a Salvação da Democracia e a Restauração do Estado, a designação da junta, "adotou o texto fundamental", cujo preâmbulo estipula que o Mali entende "perpetuar um Estado de Direito e de democracia pluralista" no qual "os direitos fundamentais do Homem estão garantidos", como consta do comunicado.