Natureza

Greta Thunberg dá nome a uma nova espécie de besouro

Greta Thunberg dá nome a uma nova espécie de besouro

A ativista ambiental de 16 anos dá nome a uma nova espécie de besouro descoberta por especialista do Museu de História Natural de Londres. A equipa do museu quis homenagear a sueca que esteve nomeada para o Prémio Nobel da Paz, este ano.

Não tem olhos, asas e mede apenas 1 milímetro de comprimento. A nova espécie de besouro descoberto há cerca de 50 anos recebeu o nome de Greta Thunberg. As longas antenas na cabeça deste novo animal terão lembrado as tranças da jovem sueca aos especialistas.

Para homenagear o papel que a ativista teve na consciencialização ambiental da sociedade mundial, através das suas ações de protestos e discursos, a equipa do Museu de História Natural de Londres decidiu que esta seria uma medida adequada. "É apropriado dar este nome a uma descoberta deste tipo tendo em conta todo o trabalho que a Greta teve em preservar e proteger as espécies mais vulneráveis".

A nova espécie de besouro permanecia não identificada até agora. O museu londrino tinha recebido um exemplar em 1978, após uma descoberta do naturalista William Block no Quénia que fez questão de doá-lo para futuras investigações e estudos. A "Greta Thunberg" dos besouros é considerado um dos mais pequenos insetos do mundo e agora será certamente um dos mais famosos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG