Vida selvagem

Grupo dos gorilas mais raros do mundo fotografado com crias na Nigéria

Grupo dos gorilas mais raros do mundo fotografado com crias na Nigéria

Um grupo de gorilas-do-rio-cross, espécie de primata mais rara do mundo, com apenas 300 animais a viver em estado selvagem, foi fotografado pela primeira vez em anos nas montanhas do sul da Nigéria. Esta subespécie do gorila-do-ocidente é uma das mais ameaçadas, mas o facto de se terem visto crias naquele grupo dá esperança aos conservacionistas.

As imagens foram reveladas pela ONG internacional Wildlife Conservation Society (WCS) na Nigéria, que afirma que a descoberta alimenta esperanças de que os animais em risco de extinção estejam realmente a reproduzir-se.

Nas fotografias - captadas no início deste ano com recurso a "armadilhas fotográficas" nas montanhas Mbe - é possível ver alguns gorilas bebés entre o grupo.

Segundo o Fundo Mundial para a Natureza (WWF), os gorilas-do-rio-cross são a espécie de primata mais rara do mundo. Estes animais são naturalmente cautelosos com os seres humanos e têm pequenas diferenças em relação a outras espécies, como cabeças menores, braços mais longos e pelos mais claros.

Os primatas vivem em algumas áreas montanhosas da Nigéria e nos Camarões, mas raramente são vistos.

A WCS está a trabalhar em colaboração com uma organização comunitária, a Associação de Conservação das Montanhas Mbe, bem como autoridades do estado de Rio Cross, na Nigéria, para proteger os gorilas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG