Terrorismo

Estado Islâmico reivindica ataque no Afeganistão

Estado Islâmico reivindica ataque no Afeganistão

O grupo radical Estado Islâmico reivindicou um atentado suicida que causou a morte de seis civis perto de um escritório dos serviços secretos afegãos em Cabul, no Afeganistão.

"Uma operação suicida visa um centro dos serviços secretos afegãos (...) na cidade de Cabul", indicou a agência de propaganda Amaq.

O ataque ocorreu no início da manhã, quando os funcionários estavam a chegar ao trabalho.

O atacante, que também morreu, detonou um cinto de explosivos pelas 08 horas locais (03.30 horas em Portugal continental), perto das instalações do Diretório Nacional de Segurança na zona de Shashdarken, disse à Efe o porta-voz Nasrat Rahimi.

Este ataque ocorre uma semana depois de outro ataque contra um centro de treino da principal agência dos serviços secretos afegãos (NDS), na capital afegã.