O Jogo ao Vivo

Secretário-geral

Guterres vence primeira votação na ONU

Guterres vence primeira votação na ONU

António Guterres venceu a primeira votação secreta ocorrida entre os membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas para eleger o próximo secretário-geral da organização.

O ex-presidente esloveno Danilo Turk ficou em segundo lugar na votação que os representantes das 15 nações fizeram esta quinta-feira para escolher o sucessor de Ban Ki-Moon, segundo fontes diplomáticas ouvidas pela AFP.

Neste momento, existem 12 candidatos ao cargo, metade dos quais mulheres.

Além de Guterres, que liderou a agência da ONU para os refugiados, inclui-se a ministra dos Negócios Estrangeiros da Argentina, Susana Malcorra, a antiga chefe do governo neozelandês e dirigente do Programa da ONU para o Desenvolvimento, Helen Clark, e a ex-ministra dos Negócios Estrangeiros búlgara e diretora da UNESCO, Irina Bokova.

O candidato português defendeu que o próximo secretário-geral da ONU tem de ser "sólido", um "símbolo de unidade" e que "precisa saber combater, e derrotar, o populismo político, o racismo e a xenofobia".

A organização espera ter encontrado o sucessor de Ban Ki-moon, que termina o seu segundo mandato no final do ano, durante o outono.

Os 10 candidatos presentes no primeiro debate foram divididos em dois grupos.

Guterres fez parte do primeiro grupo, no qual participaram ainda Vesna Pusic, da Cróacia, Susana Malcorra, da Argentina, Vuk Jeremic, da Sérvia, e Natalia Gherman, da Moldávia.

No segundo grupo, participaram Helen Clark, da Nova Zelândia, Danilo Turk, da Eslovénia, Christiana Figueres, da Costa Rica, Igor Luksic, de Montenegro, e Irina Bokova, da Bulgária.

Outras Notícias