O Jogo ao Vivo

Missão

Há 100 dias que a "Perseverance" nos conta os segredos de Marte

Há 100 dias que a "Perseverance" nos conta os segredos de Marte

O robô "Perseverance", da NASA, completou 100 dias desde a aterragem a 18 de fevereiro no solo de Marte, para recolher amostras do solo e de outros elementos do planeta.

O veículo "Perseverance" ("Perseverança") aterrou na cratera de Jezero e efetuou a 6 de março o primeiro teste exploratório para verificar o funcionamento dos sistemas. O veículo deslocou-se quatro metros desde o seu ponto de partida, fez uma rotação sobre si mesmo e uma manobra de marcha atrás de aproximadamente dois metros e meio. Ao efetuar estas manobras, o robô fotografou as marcas deixadas no solo de Marte.

O robô de uma tonelada está equipado com um laser preparado para recolher amostras do solo. O aparelho apresenta ainda um sistema de câmaras, Mastcam-Z, adaptado para recolher imagens a longas distâncias, a alta velocidade e em 3D de modo a obter um maior detalhe dos objetos distantes.

O "Perseverance" traz ainda incorporado uma outra câmara, Watson (Sensor Topográfico de Grande Angular para Operações e Engenharia), que permitiu a 6 de abril tirar uma selfie com o pequeno helicóptero "Ingenuity". Essa fotografia é constituída por 62 ficheiros individuais que foram montados numa única imagem, depois de enviados para Terra.

O helicóptero de 1.800 gramas, que vinha acoplado ao robô, já fez vários voos. O primeiro a ser realizado foi a 19 de abril, tendo alcançado a altura de três metros, ficando alguns segundos no ar antes de pousar. Esta foi a primeira vez na História que um voo foi controlado a partir de outro planeta.

PUB

No segundo voo, o aparelho subiu cerca de cinco metros de altura e moveu-se dois metros para o lado, regressando posteriormente ao seu local de partida. O pequeno helicóptero fez um terceiro voo atingindo a altura de 85 metros, voando cinco metros para o lado desde o seu ponto de partida. A 7 de maio, o "Ingenuity" voou 129 metros para um novo local de análise.

O pequeno helicóptero "Ingenuity" ao longo das suas viagens vai recolhendo imagens, tendo captado a primeira imagem aérea colorida durante o segundo voo que realizou. No terceiro voo, o aparelho conseguiu fotografar o robô "Perseverance".

A presença do "Ingenuity" em Marte pode ser importante para o futuro, na exploração de outros planetas, por conseguir chegar a locais a que outros robôs não conseguem aceder, como é o caso de desfiladeiros.

O "Perseverance" carrega ainda um dispositivo, chamado Mars Oxygen In-Situ Resource Utilization Experiment (Moxie), que foi projetado para testar a possibilidade de criação de oxigénio a partir do dióxido de carbono da atmosfera de Marte. O dispositivo conseguiu a 20 de abril produzir, pela primeira vez na História, aproximadamente cinco gramas de oxigénio, o que corresponde à capacidade de um astronauta respirar durante 10 minutos.

O oxigénio produzido nesse dispositivo tem como função servir como combustível para ser utilizado nos foguetes no regresso à Terra, segundo escreve o jornal "El País". Contudo, a NASA prevê utilizar este oxigénio para que futuros astronautas possam respirar em Marte.

O "Perseverance" é a mais recente missão da NASA para recolha de amostras e para analisar Marte, depois do "Curiosity" ("Curiosidade"), que aterrou em agosto de 2012.

A missão do "Perseverance" é procurar sinais de vida microbiana passada em Marte e, depois das fases de testes, o robô recolherá sedimentos no delta de um antigo rio, local onde os investigadores acreditam ter existido vida.

O veículo vai ainda continuar a testar a produção de oxigénio, em diferentes circunstâncias, para desta forma ajudar a definir o caminho para futuras expedições humanas ao planeta vermelho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG