EUA

Homem faz vários reféns em sinagoga no Texas

Homem faz vários reféns em sinagoga no Texas

As autoridades da pequena localidade de Colleyville, no Texas, Estados Unidos da América (EUA) anunciaram este sábado que um homem fez vários reféns durante os serviços numa sinagoga do estado e estão ainda a tentar a libertação dos sequestrados.

O Departamento de Polícia de Colleyville revelou através do Twitter que está a conduzir uma operação especial de resgate no endereço da Congregação Beth Israel, a nordeste de Fort Worth, a poucos quilómetros de Dallas.

Acreditava-se que pelo menos quatro reféns se encontram dentro da sinagoga, de acordo com duas fontes da polícia que falaram com a agência Associated Press (AP), sob condição de anonimato. Acredita-se que o rabino da sinagoga se encontra entre os reféns, de acordo com um dos funcionários.

As autoridades ainda estão a tentar perceber o motivo do ataque. O sequestrador foi ouvido a exigir a libertação de Aafia Siddiqui, um neurocientista paquistanês suspeito de ter ligações à Al-Qaida, que foi condenado por tentar matar oficiais militares norte-americanos enquanto se encontrava sob custódia no Afeganistão, revelou uma das fontes consultadas pela AP.

Siddiqui encontra-se numa prisão federal no Texas.

O sequestrador não foi ainda identificado, segundo as mesmas fontes, que advertiram que a informação que prestaram se baseia numa investigação preliminar e que a situação está a evoluir rapidamente.

A porta-voz do FBI de Dallas, Katie Chaumont, informou que uma equipa de operações especiais SWAT do FBI está no local e que os negociadores estão a comunicar com alguém dentro da sinagoga.

PUB

Chaumont não pôde precisar se o sequestrador está armado e recusou-se a descrever o que pediu ao FBI, alegando ser matéria sensível do ponto de vista operacional.

A polícia foi chamada à sinagoga por volta das 11 horas (17 em Portugal) e os residentes do bairro circundante foram retirados pouco depois, segundo Chaumont.

Não há relatos de quaisquer feridos, segundo a responsável. "É uma situação em evolução, e temos muito pessoal no local", disse Chaumont.

A polícia fechou o acesso às estradas que circundam a sinagoga no sábado à tarde.

Colleyville é uma comunidade com cerca de 26 mil pessoas, a cerca de 23 quilómetros a nordeste de Fort Worth, no Texas.

A assessora de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, divulgou através da plataforma social Twitter que o Presidente Joe Biden foi informado da situação e está a receber atualizações de altos funcionários.

Também o primeiro-ministro israelita, Naftali Bennett, anunciou na mesma rede social que está a acompanhar de perto a situação. "Rezamos pela segurança dos reféns e dos socorristas", escreveu no Twitter.

O cônsul-geral de Israel em Houston está a caminho do local do incidente, segundo o ministro israelita dos Negócios Estrangeiros, Yair Lapid, numa declaração em que acrescenta que os funcionários israelitas "estão em estreito contacto com as agências norte-americanas de aplicação da lei".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG