Crime

Homem matou mulher em Angola por não dar comida ao cão

Homem matou mulher em Angola por não dar comida ao cão

Um homem de 25 anos, acusado de matar a mulher no Uíje, após uma discussão sobre a comida do cão, foi detido na quinta-feira e está indiciado pelo crime de homicídio voluntário, anunciaram este sábado as autoridades angolanas.

Segundo o Serviço de Investigação Criminal (SIC) do Uíje, o caso aconteceu no bairro Papelão, zona 3, quando a vítima se encontrava a dormir em casa e o marido chegou, em estado de embriaguez, perguntando pela comida.

A filha respondeu que se encontrava em cima da mesa. Indignado com a resposta da filha, o homem questionou se o cão já tinha comido, e a mulher respondeu que o cão não era mais importante que as pessoas.

O casal iniciou uma discussão e minutos depois, o suspeito agarrou a vítima pelo pescoço e bateu-lhe com a cabeça contra a parede várias vezes, tendo esta caído.

A vítima, com uma hemorragia nos ouvidos, foi socorrida no Hospital Geral do Uíge, onde mais tarde acabou por falecer.

"O suspeito já está a contas com o SIC e será presente ao Ministério Público para os devidos procedimentos processuais", informaram ainda as autoridades angolanas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG