Mundo

Idosa deixou Geórgia e Arménia sem Internet

Idosa deixou Geórgia e Arménia sem Internet

Uma septuagenária foi detida e responsabilizada por ter deixado a Geórgia e a Arménia sem Internet durante horas a fio. A mulher, de 75 anos, mal sabia que um golpe de uma pá num fio originaria um corte geral na rede electrónica.

Os factos ocorreram a 28 de Março. A mulher cavava na terra em busca de cobre para vender mais tarde. Um golpe mais forte com a pá foi o suficiente para cortar um simples cabo subterrâneo de fibra óptica e, consequentemente, tirar o acesso à Internet a toda a população da Geórgia e da Arménia.

Ao todo, 3,2 milhões de pessoas ficaram impedidas de recorrer à rede electrónica. Na Arménia, 90% da conexão à internet chega pela Geórgia através de um cabo.

A idosa, cujo nome não foi revelado, foi presa na vila de Ksani, no norte da Geórgia, sob a acusação de ter causado danos materiais.

Segundo o porta-voz do Ministério do Interior georgiano, Zura Gvenetadze, a mulher aguardará o julgamento em liberdade devido à sua idade avançada. Ainda assim, poderá enfrentar uma pena de até três anos por danos à propriedade.

Os cabos são propriedade da Georgian Railway Telecom e servem parte da Geórgia, Arménia e Azerbaijão.

Durante todo o dia, os três principais provedores de internet da Arménia - ArmenTel, FiberNet Com. e GNC-Alfa - ficaram offline, deixando cerca de 90% dos utilizadores sem conexão, como informou a agência Arka. Os serviços foram restabelecidos à meia-noite em ambos países.