EUA

Igreja que tentou travar restrições por causa da pandemia destruída em incêndio suspeito

Igreja que tentou travar restrições por causa da pandemia destruída em incêndio suspeito

Uma igreja no Mississippi, EUA, foi destruída por um incêndio, de possível origem criminosa, um mês depois de o seu pastor abrir um processo contra a cidade de Holly Springs, contra as restrições impostas por causa do novo coronavírus.

A igreja ficou reduzida a cinzas, esta quarta-feira, e as autoridades acreditam que se possa tratar de um caso de fogo posto, estando a investigar a sua origem.

O fogo ocorreu depois de a igreja ter tentado travar em tribunal as regras de confinamento impostas pelo município devido à pandemia, defendendo que as mesmas atentam contra a liberdade de expressão e de oração dos seus fiéis.

Após os bombeiros extinguirem as chamas, a polícia encontrou uma mensagem pintada no chão junto ao local: "É melhor ficarem em casa agora, seus hipócritas".

O pastor da igreja diz que não tem inimigos. "Não fazemos ideia. Não conhecemos ninguém que pudesse ser capaz de fazer algo assim", afirmou Jerry Waldrop, à Agência France-Presse.