Covid-19

Imunidade de grupo em França só no início do outono com 90% vacinados

Imunidade de grupo em França só no início do outono com 90% vacinados

O chefe do organismo responsável por aconselhar o Governo francês sobre a estratégia de vacinação anticovid-19 admitiu, esta segunda-feira, que alcançar a imunidade de grupo em França só no início do outono, com 90% da população vacinada.

A imunidade de grupo "é uma possibilidade para o início do outono", disse o professor de imunologia Alain Ficher, em entrevista à rádio RTL, citada pela agência France-Presse.

Fisher precisou que a imunidade de grupo será atingida quando 90% da população com mais de 12 anos estiver vacinada ou protegida por ter sido infetada com o vírus SARS-CoV-2, que provoca a doença covid-19.

Apesar de o processo de vacinação estar a "progredir muito rapidamente" em França, Alain Fisher alertou que é necessário "acabar de convencer aqueles que, de momento, ainda não foram vacinados".

Em França, quase 53% da população tem atualmente a vacinação completa, segundo dados oficiais.

Paralelamente, o número de pessoas hospitalizadas por terem sido contaminadas tem vindo a aumentar nos últimos dias, devido à elevada transmissibilidade da variante delta do coronavírus.

Os hospitais franceses registavam 7581 doentes com covid-19 no domingo, em comparação com 6843 uma semana antes.

PUB

Nas unidades de cuidados intensivos estavam 1137 doentes graves, mais 251 do que no domingo passado.

"Quase metade das pessoas hospitalizadas em cuidados intensivos têm menos de 60 anos, o que não era o caso no início da epidemia, porque menos pessoas com menos de 60 anos foram vacinadas", disse Alain Fischer.

Relativamente à utilização de uma terceira dose da vacina, Fisher disse que ainda não está a ser equacionada, a não ser para pessoas com mais de 75-80 anos, pessoas imunocomprometidas".

Para o resto da população, "podemos esperar um pouco e ver quais serão os dados sobre a persistência da imunidade", acrescentou Fisher, conhecido em França como o "senhor vacina".

Até domingo, a França registava 111.916 mortos por covid-19, em mais de 6,1 milhões de casos de infeção, segundo dados oficiais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG