Reino Unido

Londres prepara nova política tarifária para caso de Brexit sem acordo

Londres prepara nova política tarifária para caso de Brexit sem acordo

Londres prepara uma nova política tarifária, com a liberalização de vários setores, para o caso do Reino Unido deixar a União Europeia sem acordo bilateral em 29 de março próximo, confirmou esta quarta-feira o ministro de Empresas britânico.

O ministro de Empresas britânico, Greg Clark, revelou estes preparativos depois do canal Sky News ter assegurado que o Executivo conservador planeia cortes de entre 80% e 90% nas tarifas à importação de determinados produtos.

O ministro admitiu que as mudanças previstas no caso de um 'Brexit' duro "terão grandes consequências para diferentes setores económicos".

Segundo a Sky News, o Governo planeia a maior liberalização económica da história, que implicaria a redução ou eliminação de tarifas comerciais sobre vários produtos, incluindo componentes para automóveis e alguns alimentos, ainda que outros, como a carne, ficariam protegidos.

De acordo com o canal, a redução tarifária seria levada a cabo para evitar uma forte subida dos preços de determinadas importações depois do 'Brexit' e para mostrar que a economia do Reino Unido está "aberta" para os negócios.

Contudo, a oposição trabalhista já avançou com críticas, alegando que a liberalização económica vai prejudicar os setores produtivos no país, desde o industrial até ao da agricultura, e abriu a porta a "uma inundação de importações" de outros territórios.

Outros críticos sublinharam que reduzir as tarifas de forma unilateral minará a capacidade de Londres de chegar a acordos comerciais com países terceiros.