EUA

Advogado nega suborno de estrela porno para esconder encontro com Trump

Advogado nega suborno de estrela porno para esconder encontro com Trump

Um advogado de Donald Trump desmentiu as notícias de que teria feito um acordo de confidencialidade com uma atriz porno, tendo desembolsado 130 mil euros para manter em silêncio um encontro sexual o magnata americano, em outubro de 2016.

Michael Cohen, que esteve quase uma década como advogado de topo na Organização Trump, terá arranjado um encontro com Stormy Daniels. A troco de 130 mil euros, a estrela de filmes para adultos comprometeu-se a ocultar um alegado encontro sexual mantido com Donald Trump, um mês antes das eleições que o levaram à Casa Branca, noticia o "Wall Street Journal", citando "fontes próximas" da atriz.

"Estes rumores circulam regularmente desde 2011. O Presidente Trump, uma vez mais e de forma veemente, nega a existência dessa ocorrência, assim como a menina Daniels", disse Michael Cohen, numa comunicação aos jornalistas.

A atriz, em comunicado enviado à CNN, também negou as acusações. "São completamente falsos os rumores de que recebi um suborno de Donald Trump. Se realmente tivesse um relacionamento com Donald Trump, acreditem, leriam isso no meu livro, não nas notícias", escreveu Stormy Daniels.

"O meu envolvimento com Donlad Trump limitou-se a algumas aparições em público e nada mais", lê-se no documento. "Quando conheci Donald Trump, foi gracioso, profissional e um completo cavalheiro para mim e para todos os que estavam comigo", acrescentou a atriz, cujo nome de batismo é Stephanie Clifford.