O Jogo ao Vivo

Brasil

Alexandre Frota diz que "Bolsonaro não é burro, mas um idiota ingrato"

Alexandre Frota diz que "Bolsonaro não é burro, mas um idiota ingrato"

O deputado federal Alexandre Frota, expulso do Partido Social Liberal (PSL), após criticar o Governo, disse hoje que o Presidente do Brasil "não é burro", mas sim "um idiota ingrato que nada sabe"

"Bolsonaro não é burro, senão ele não chegaria onde chegou, mas é um idiota ingrato que nada sabe. Aquela cadeira de Presidente ficou grande para ele e ele se lambuzou com o mel da Presidência. Bolsonaro se mostra, muitas vezes, infantil", declarou o membro da câmara baixa parlamentar, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.

Antes de se tornar deputado, Alexandre Frota ganhou notoriedade no Brasil quando trabalhou como ator de novelas e de filmes eróticos.

O deputado foi eleito pelo PSL para a câmara baixa parlamentar no ano passado, com 155 mil votos no estado de São Paulo.

Alexandre Frota participou ativamente na campanha presidencial de Jair Bolsonaro, mas nos últimos meses passou a discordar de muitas iniciativas propostas pelo Governo.

Antes de ser expulso do partido do Governo, Frota já havia declarado que estava "desapontado" com o Presidente brasileiro.

"Eu conheço dois Bolsonaros. Um era meu amigo até ao dia da eleição. O outro é agora Presidente. [Sobre este segundo] prefiro não comentar", disse o deputado.

O parlamentar também criticou o PSL, partido a que aderiu em meados do ano passado, quase nas vésperas da campanha eleitoral.

"Desde o início, o PSL foi esquecido pelo Governo [Bolsonaro] e não fez nada em relação a isto, agora [o partido] está numa fase de divisão total", disse há duas semanas.

Depois de tantas declarações polémicas, alguns deputados do PSL solicitaram a expulsão de Frota, pedido que foi acatado pelos membros da direção nacional do partido na terça-feira.

"O estopim foi porque discordei e não pode discordar, critiquei e não pode criticar. Não disse amém e é preciso dizer amém. Mas não tive e não tenho medo do Governo do [ex-presidente Luiz Inácio] Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT), não terei medo do Governo Bolsonaro", afirmou, sobre a expulsão, à Folha de S. Paulo.

O deputado, em relação à saída do PSL, acrescentou: "Foram vários os fatores, mas o facto de falar a verdade incomodou muito, de criticar quem não gosta [de ser criticado] e não está preparado para as críticas".

Alexandre Frota, atualmente sem partido, voltou a dizer que recebeu propostas de outras forças políticas, mencionando os convites para se filiar no Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e nos Democratas (DEM).