EUA

Aquecimento do mar na origem da misteriosa morte de milhares de aves

Aquecimento do mar na origem da misteriosa morte de milhares de aves

O aumento da temperatura da água do mar é responsável pelo morte de milhares de aves que, em 2014, deixaram especialistas da vida animal alarmados. Os resultados foram apresentados por investigadores da Universidade de Washington e são mais um aviso para os riscos do aquecimento global no planeta.

Investigadores internacionais dirigidos por Julia Parrish, da Universidade de Washington, resolveram um dos mistérios da vida animal que mais curiosidade despertou em biólogos norte-americanos. No outono de 2014, residentes da costa oeste presenciaram um acontecimento raro, sem precedentes.

A costa pacífica, desde a Califórnia até à Colúmbia Britânica, ficou coberta de cadáveres de aves marinhas. Dezenas de milhares de pássaros apareceram mortos em toda a costa, num fenómeno que deixou especialistas da vida animal preocupados.

Um numeroso grupo de voluntários, com mais de oitocentas pessoas, incluindo membros do Coastal Observatory and Seabird Survey Team, registaram os lugares onde os animais foram encontrados e inseriram a informação numa extensa base de dados.

Mais tarde, combinaram essas informações com dados relacionados com a temperatura da água, a circulação oceânica e a disponibilidade de zooplâncton, o principal alimento das aves encontradas mortas. Os resultados foram apresentados na revista científica "Geophysical Research Letters".

Depois de analisar a informação recolhida, chegaram à conclusão que entre 2013 e 2015 as águas da costa do Pacífico aqueceram abruptamente devido ao aumento da temperatura na atmosfera. Como o zooplâncton prefere águas mais frias, o aumento de temperatura provocou a diminuição de alimento disponível para esses animais.

Trata-se de um fenómeno que, segundo os cientistas, poderá tornar-se mais frequente devido ao aquecimento global. No futuro, é provável que as águas do norte do Pacífico continuem a aquecer.

ver mais vídeos