Terrorismo

As três vítimas já identificadas do ataque em Manchester

As três vítimas já identificadas do ataque em Manchester

Até ao momento, as autoridades já identificaram três das 22 vítimas mortais provocadas pelo ataque na Arena de Manchester.

Georgina Callander, 18 anos

Georgina foi a primeira vítima mortal cuja identidade foi confirmada pelas autoridades. A adolescente de 18 anos está a ser recordada com "saudade" nas redes sociais como alguém "querido" que, naturalmente, "não merecia" o que lhe aconteceu.

Saffie Rose, de oito anos, residente em Lancashire, estava no concerto da cantora Ariana Grande com a mãe, Lisa Roussos, e a irmã, Ashlee Bromwich, quando foi apanhada no meio do atentado, levado a cabo por um bombista suicida que fez rebentar "um explosivo improvisado".

Mãe e irmã sobreviveram e estão a ser tratadas em hospitais diferentes. Saffie morreu.

"Saffie era uma menina linda em cada sentido da palavra. Era adorada por todos, era de uma generosidade que vai ser lembrada para sempre", recordou Chris Upton, diretor da Escola Primária de Tarleton Community, onde a criança de oito anos estudava.

A notícia da sua morte foi um "choque tremendo" para os professores e colegas, a quem vai ser disponibilizado apoio psicológico. "A ideia de que toda a gente pode ir a um concerto e não regressar a casa é de partir o coração", lamentou.

John Atkinson, 26 anos

John Atkinson, de Radcliffe, estaria a sair do concerto quando foi atingido. Nas homenagens das redes sociais, prestadas por familiares e amigos, está a ser relembrado como um "homem extraordinário".

Conteúdo Patrocinado