Mundo

Ataque falhado na Bulgária emitido em direto

Ataque falhado na Bulgária emitido em direto

Um homem pulou para o palco e apontou uma arma à cabeça do líder de um partido étnico turco, na Bulgária, antes de homens da segurança atirarem-no ao chão durante uma conferência televisionada este sábado. Veja o vídeo.

Ahmed Dogan, o líder do Movimento pelos Direitos e Liberdades, escapou ileso ao ataque. É ainda desconhecido o motivo do ataque, que ocorreu durante o congresso do partido, no centro de Sofia.

As imagens da televisão mostraram um homem a saltar da audiência para o palco, a interromper o discurso de Ahmed Dogan, de 58 anos, que tem liderado o partido durante aproximadamente um quarto de século.

"Ahmed Dogan está de boa saúde. Está tudo sob controlo", disseram as autoridades aos jornalistas.

De acordo com a polícia, o homem - Oktai Enimehmedov, um búlgado de etnia turca de 25 anos, oriundo da cidade costeira de Burgas - trazia consigo, além da arma, também duas facas. A pistola utilizada é uma arma de defesa pessoal e não letal. Contudo, de acordo com os especialistas, quando disparada a curta distância, pode causar ferimentos graves e levar à morte.

O Movimento pelos Direitos e Liberdades representa a etnia turca e muçulmana que constitui cerca de 12% da população búlgara, de aproximadamente 7,3 milhões de habitantes.

Dogan é visto como uma das figuras mais influentes dos país.

Em 1996, o ex-primeiro-ministro Andrei Lukanov foi encontrado morto com um tiro perto de casa, em Sofia, embora os ataques a políticos sejam raros.