ATAQUE

Londres: Atropelamento tratado como "potencial ataque terrorista"

Londres: Atropelamento tratado como "potencial ataque terrorista"

A primeira-ministra britânica afirmou, esta segunda-feira, que a polícia está a tratar como um "potencial ataque terrorista", o atropelamento perto de uma mesquita no norte de Londres.

"A polícia confirmou que [o incidente] estava a ser tratado como um potencial ataque terrorista", indicou Theresa May, num breve comunicado, anunciando que vai presidir, durante a manhã, a uma reunião do comité de emergência, para abordar o incidente.

Pelo menos uma pessoa morreu e oito outras ficaram feridas depois de uma carrinha ter investido, pouco depois da meia-noite, contra peões na Seven Sisters Road, perto da mesquita de Finsbury Park, no norte da capital britânica, informou a Polícia Metropolitana de Londres (MET).

O condutor da viatura, um homem de 48 anos, cuja identidade não foi divulgada, foi detido no local depois de ter sido retido pela multidão.

O homem foi transferido para um hospital como medida de precaução e, logo após receber alta hospitalar, será levado para uma esquadra para interrogatório, segundo a MET.

O caso está a ser investigado pelo Comando de Contraterrorismo, desconhecendo-se, até ao momento, se foi um ato deliberado ou um acidente.

O secretário-geral do Conselho Muçulmano Britânico (MCB, na sigla em inglês), Harun Khan, afirmou que o atropelamento, ocorrido depois das orações do Ramadão, foi intencional.

Testemunhas citadas pelos 'media' também indicaram que a carrinha branca investiu contra um grupo de fiéis de propósito.

Conteúdo Patrocinado