O Jogo ao Vivo

Mundo

Autor do ataque de Lyon fez "selfie" com vítima decapitada

Autor do ataque de Lyon fez "selfie" com vítima decapitada

O autor do ataque terrorista contra uma fábrica de gás industrial perto de Lyon, leste de França, tirou uma "selfie" com a vítima decapitada.

Fonte da investigação disse que o terrorista enviou a fotografia para um número de telemóvel nos EUA, através do Whatsapp.

Yassin Salhi, de 35 anos, está detido e continua a ser interrogado pela policía.

O homem decapitado era patrão do autor do ataque. Sexta-feira entrou nas instalações da fábrica envergando uma bandeira do Estado Islâmico e fez detonar pequenos engenhos explosivos.

A cabeça da vítima foi colocada numa das grades exteriores da fábrica, propriedade do grupo norte-americano Air Products, localizada em Saint-Quentin-Fallavier.

O suspeito não tem antecedentes criminais, mas estava referenciado pela polícia por radicalização salafista.

A mulher de Yassin Salhi foi detida na residência da família, em Saint-Priest, arredores de Lyon. Antes de ser detida, a mulher disse à rádio Europe 1 estar "surpreendida" com o ocorrido e assegurou que são "muçulmanos normais".

Os vizinhos do casal, que tem três filhos entre os 6 e os 9 anos, disseram à imprensa que Salhi era "um homem discreto" e a família "perfeitamente normal".