EUA

Principal suspeito de ataque na Califórnia é um antigo soldado de 28 anos

Principal suspeito de ataque na Califórnia é um antigo soldado de 28 anos

As autoridades norte-americanas identificaram o atirador e a arma que utilizou para matar 12 pessoas num bar do sul da Califórnia. Ian Long, de 28 anos, é o principal suspeito do ataque.

O responsável policial referiu à agência noticiosa Associated Press (AP) que o homem, que também morreu no local, tinha 29 anos e utilizou uma pistola de calibre 45 quando abriu fogo no interior do Borderline Bar & Grill na noite de quarta-feira em Thousand Oak, a norte de Los Angeles.

O mesmo responsável, que falou sob anonimato, recusou fornecer mais detalhes. Por seu lado, a "CNN" avança que o principal suspeito, Ian Long, é um antigo soldado norte-americano.

Responsáveis locais e testemunhas referiram que o atirador utilizava roupas escuras e não pronunciou qualquer palavra enquanto disparava no interior do bar.

Centenas de pessoas escaparam do local, algumas partindo vidros de janelas ou saltando desde janelas do segundo andar.

Em Washington, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sublinhou hoje a "grande valentia" da polícia ao enfrentar o autor do tiroteio.

"A polícia demonstrou uma grande valentia. A Patrulha Rodoviária da Califórnia compareceu no local em três minutos e o primeiro agente que entrou disparou em numerosas ocasiões. Esse sargento do sheriff morreu no hospital. Deus abençoe todas as vítimas e familiares das vítimas", disse Trump na sua conta na rede social Twitter.

O Presidente norte-americano assegurou que foi "totalmente informado" sobre o ocorrido e que o autor dos disparos também se encontra entre os mortos.

ver mais vídeos