Aviação

Avião de carga russo cai na Síria e faz 39 mortos

Avião de carga russo cai na Síria e faz 39 mortos

As autoridades russas anunciaram esta terça-feira a morte de 39 pessoas que seguiam a bordo de um avião de carga que se despenhou a 500 metros da pista de aterragem da base aérea da Rússia na Síria.

"Segundo dados mais precisos, a bordo do avião de transporte AN-26 (...) seguiam 33 passageiros e seis tripulantes. Eram todos militares das Forças Armadas da Rússia", anunciou o ministro da Defesa russo em comunicado.

O ministro descartou a possibilidade de que o avião tenha sido abatido, ao assegurar que o engenho "não foi alvo de disparos".

Num outro comunicado lançado pouco depois da queda, as forças militares russas tinham adiantado que "de acordo com dados preliminares, o acidente poderia ter sido causado por uma falha técnica".

O AN-26 despenhou-se por volta das 12 horas de Portugal continental (15 horas em Moscovo) e a cerca de 500 metros da pista de aterragem e descolagem da base aérea.

Citada pela agência russa Interfax, a porta-voz do Comité de Instrução russo, Svetlana Petrenko, anunciou "a abertura de uma investigação penal" com base na violação de regras de preparação do voo.

A oficial russa disse que a organização já formou um grupo de operações e que está pronto para "realizar todos os procedimentos necessários"

A Rússia, um aliado do presidente da Síria, Bashar Al-Assad, utiliza uma base militar no país, perto da costa do Mediterrâneo.