EUA

Ama doa parte do fígado a criança de quem cuida e salva-lhe a vida

Ama doa parte do fígado a criança de quem cuida e salva-lhe a vida

Uma ama salvou a vida de uma das crianças de quem cuida ao doar-lhe parte do fígado.

Talia Rosko, de New Jersey, nos Estados Unidos da América, tinha dois meses quando lhe foi diagnosticada com atresia biliar, uma forma rara de obstrução das vias biliares que impede a libertação da bílis que, consequentemente, se acumula e danifica o fígado.

De acordo com o jornal "The Washington Post", os médicos informaram os pais, George e Farra Rosko, que a filha não viveria mais do que dois anos se não encontrasse um dador para um transplante de fígado.

Entretanto, Talia entrou na lista de espera para o transplante e os pais contrataram, no verão passado, Kiersten Miles, de 22 anos, para tomar conta de Talia e dos dois irmãos, enquanto procuravam um dador.

Semanas depois, a ama começou a pensar na condição da menina e na possibilidade de a conseguir ajudar. Foi então que decidiu fazer o teste para saber se era compatível, tendo conversado com George e Farra.

Miles fez exames durante meses até que descobriu que podia ser dadora de Talia e o transplante realizou-se no passado dia 11 de janeiro. Foi um sucesso.

"Achei maravilhoso o facto de ela se ter oferecido, mas não pensei que fosse realmente acontecer. Não é algo que as pessoas façam todos os dias", contou Farra Rosko ao "The Washington Post".

Agora, Talia, com 16 meses, e Miles têm cicatrizes iguais.

"É um pequeno sacrifício quando o comparamos a salvar uma vida", disse Kiersten à Fox 29. A ama contou à imprensa que, antes da cirurgia, os médicos a informaram que ela não podia voltar a doar parte do fígado, nem mesmo se, no futuro, acontecesse uma situação semelhante com os seus filhos.

A jovem publicou um vídeo, na passada sexta-feira, no Instagram, no qual mostra a felicidade de Talia, duas semanas depois da cirurgia.

Miles divulgou, entretanto, no Facebook, um agradecimento pelas demonstrações de amor e pelo apoio que continua a receber.