Mundo

Barcelona sai à rua na maior manifestação pela independência em Espanha

Barcelona sai à rua na maior manifestação pela independência em Espanha

Perto de dois milhões de pessoas marcharam, esta terça-feira, em Barcelona pela independência, enquanto o presidente da Catalunha anunciou que está aberto o caminho para a autodeterminação nacional

Os catalães desafiaram o governo de Mariano Rajoy ao protagonizarem a maior manifestação de carácter independentista na história da democracia espanhola.

A massiva participação na marcha cujo lema é Catalunha, novo estado da Europa superou as elevadas expectativas, conseguindo abarrotar por completo as ruas de Barcelona e impedindo os manifestantes de concluir o percurso que os levaria até ao parlamento da comunidade autónoma.

As estimativas de participação variaram entre 1,5 e dois milhões de pessoas.

Mais de mil autocarros procedentes de toda a Catalunha chegaram a Barcelona com milhares de manifestantes. Na data em que se assinala o dia nacional da Catalunha, as estelades (bandeiras independentistas) e os cartazes de teor reivindicativo inundaram o centro da cidade. A grave situação económica que se vive actualmente em Espanha contribuiu para transformar a manifestação de ontem num protesto de dimensão histórica.

Embora não tenha estado presente, o presidente da Generalitat da Catalunha, Artur Mas, um nacionalista moderado e habitualmente aliado do PP, aproveitou a dimensão do protesto popular para pressionar o governo central espanhol a aceitar o chamado pacto fiscal (que pretende que a comunidade tenha controlo absoluto pelos impostos pagos pelos catalães). Caso contrário, afirmou, "está aberto o caminho para a independência".

Daqui que, na reunião que terá no próximo dia 20 de Setembro com Mariano Rajoy, Artur Mas levará a advertência de que a "Catalunha nunca esteve tão perto da plenitude nacional".

ver mais vídeos