Crime

Choque em Espanha. Menor esfaqueada por homem após discussão com namorado

Choque em Espanha. Menor esfaqueada por homem após discussão com namorado

Uma jovem de 17 anos foi assassinada, na terça-feira, num bar de Barcelona onde se tinha refugiado depois de ter discutido com o namorado no meio da rua. As autoridades não encontram qualquer ligação entre o dono do bar, que foi detido, e a vítima.

A tragédia aconteceu na avenida Mistral de Barcelona, na zona de Eixample. Uma jovem de 17 anos foi assassinada com um corte profundo na garganta depois de te entrado num café na sequência de uma violenta discussão com o namorado.

Segundo escreve o jornal "La Vanguardia", a equipa de homicídios dos "Mossos d'Esquadra", de Barcelona, não consegue estabelecer qualquer tipo de relação entre o dono do bar, detido pouco tempo depois do crime, e a vítima. O mais provável é mesmo que não se conheçam.

Foi o próprio namorado da jovem assassinada a dar o alerta para os serviços de emergência médica dando conta de que a namorada tinha sido atacada num bar e que não se mexia. O rapaz escondeu-se numa padaria em frente ao bar onde a namorada tinha sido atacada.

Quando tentou entrar não conseguiu porque a porta estava fechada por dentro. No interior começou a ouvir os gritos da namorada, mas já não podia fazer nada.

Bar estava a funcionar há menos de três meses

O estabelecimento em causa estava a funcionar há menos de três meses, sendo que, segundo testemunhos recolhidos pelo "La Vanguardia", nas últimas semanas parecia já estar fechado.

"Há cinco dias disse-nos para não virmos trabalhar porque estaria encerrado durante algum tempo, sem, no entanto, dar qualquer tipo de justificação", explicou ao mesmo jornal uma funcionária do bar.

De acordo com o jornal "El Periódico", quando os primeiros agentes chegaram ao local, a jovem estava morta. O corpo apresentava feridas de arma branca e apesar de ainda não serem conhecidos os resultados da autópsia, tudo indica para que tenha sido esfaqueada.

O presumível assassino terá fugido de bicicleta do local do crime e foi detido depois de as autoridades terem encontrado um homem coberto de sangue. O suspeito foi detido.

O "El Periódico" diz que se trata de um homem de 32 anos conhecido por arrendar espaços no Airbnb a turistas. Com o que conseguiu juntar abriu o café onde o crime terá sido cometido.