Ucrânia

Darth Vader proibido de se candidatar à presidência da Ucrânia

Darth Vader proibido de se candidatar à presidência da Ucrânia

A Comissão Eleitoral Central da Ucrânia recusou a candidatura de Darth Vader às eleições presidenciais de 25 de maio, classificando-a como uma "piada". O personagem da saga "Guerra das Estrelas" é, na verdade, um eletricista, membro do Partido da Internet, que pretendia "devolver a antiga glória imperial" ao país.

Viktor Shevchenko costuma aparecer em público mascarado de Darth Vader (nome que adotou em março) e sempre acompanhado de pessoas vestidas como as outras personagens da "Guerra das Estrelas".

"Só eu posso devolver à República a sua antiga glória imperial, recuperar os territórios perdidos e o orgulho do país", disse, na altura, aos jornalistas.

Contudo, esta semana, a Comissão Eleitoral Central da Ucrânia recusou a sua candidatura, segundo a BBC, alegando que alguma da documentação apresentada terá sido "forjada".

"Parece uma piada inocente, mas alguém pagou dois milhões e meio de grivnas (cerca de 165 mil euros) por esta piada", afirmou Ihor Zhydenko à BBC.

Até ao momento, há 23 candidatos às eleições presidenciais de maio.