EUA

Dez alunos detidos na sequência de morte em praxe com álcool

Dez alunos detidos na sequência de morte em praxe com álcool

Dez alunos e antigos alunos da Universidade do Estado do Luisiana, nos EUA, foram detidos, na quarta-feira, por causa da morte de um jovem de 18 anos. O caloiro morreu, em setembro, depois de ficar intoxicado durante uma praxe numa residência universitária.

Um dos alunos, Matthew Naquin, enfrenta a acusação de homicídio negligente, juntamente com uma acusação de delito menor relacionado com a praxe. Os outros nove terão de responder por acusações de violência durante a praxe, esclareceu, ao "The New York Times", fonte da polícia daquele estabelecimento universitário.

Na manhã do dia 14 de setembro, Maxwell Gruver, um aluno do primeiro ano de jornalismo desportivo, foi levado por dois colegas ao hospital de Baton Rouge, onde foi declarado morto. Tinha desmaiado num sofá por volta da meia-noite desse dia.

O exame realizado no hospital comprovou que tinha uma quantidade de álcool seis vezes superior à legal para conduzir. Além disso, tinha vestígios de vómito nos pulmões. De acordo com o hospital, a causa de morte foi "intoxicação grave por etanol com aspiração".

"As detenções comprovam que as práticas de praxe podem ser devastadoras", disse F. King Alexander, presidente da universidade. "A família de Maxwell Gruver vai lamentar esta perda para o resto das suas vidas e vários estudantes vão ter que enfrentar consequências muito sérias. Tudo por causa de decisões erradas", acrescentou.

A praxe da fraternidade Phi Delta Theta, a que pertencia a vítima, consistia num jogo de perguntas-repostas, em que os alunos têm que beber grandes quantidades de álcool de cada vez que erram uma pergunta. Vários caloiros daquela fraternidade tinham recebido mensagens para se apresentarem na noite de 13 de setembro.

Às autoridades, um dos caloiros disse que os colegas mais novos tiveram que se alinhar num corredor escuro com o nariz e os dedos encostados à parede, com luzes a piscar e música muito alta. Durante o jogo, Maxwell Gruver terá errado várias perguntas e foi forçado a ingerir uma grande quantidade de álcool.

Segundo as leis do Luisiana, qualquer estudante envolvido em praxes deve ser expulso da universidade. A morte de Maxwell é mais um caso de violência na atividade praxista das universidades norte-americanas. Em maio, 18 estudantes foram relacionados com a morte de Timothy Piazza, um estudante de engenharia na Universidade Estadual da Pensilvânia.

Conteúdo Patrocinado