embalsamento

Embalsamar Chávez será "bastante difícil"

Embalsamar Chávez será "bastante difícil"

O corpo do antigo presidente venezuelano Hugo Chávez começa a dar sinais de deterioração, o que pode impedir o anunciado plano de o embalsamar, informou o Governo da Venezuela.

Nicolas Maduro, presidente interino da Venezuela, afirmou que será "bastante difícil" embalsamar o corpo do líder bolivariano, porque os preparativos deveriam ter começado mais cedo, de acordo com especialistas russos e alemães.

"Estamos no meio do processo. É complicado, é o meu dever informar-vos", disse Nicolas Maduro.

O Governo venezuelano tinha dito que pretendia embalsamar Hugo Chávez "para a eternidade" e pô-lo numa urna de cristal para que todos os seus apoiantes pudessem vê-lo, tal como foi feito com o ex-chefe do Estado russo Vladimir Lenine e o fundador da República Popular da China Mao Tse-Tung.

Especialistas informaram há dias que este processo especial para embalsamar o líder bolivariano, que demora cerca de seis meses, deveria ter começado mais cedo, para que fosse possível preservar o corpo.

Para além de longo, este processo é caro, custando cerca de um milhão de dólares (cerca de 769 mil euros).

A equipa envolvida no processo está a fazer os possíveis para preservar o corpo de Hugo Chávez mas, segundo fontes do Governo, não está a ser fácil embalsamá-lo.

ver mais vídeos