EUA

Encontrada morta mulher desaparecida após encontro combinado no Tinder

Encontrada morta mulher desaparecida após encontro combinado no Tinder

O corpo de uma mulher desaparecida há um mês, depois de um encontro combinado através da aplicação Tinder, foi encontrado sem vida, terça-feira. A polícia deteve dois suspeitos presumivelmente envolvidos na morte daquela norte-americana.

Sydney Loofe, de 24 anos, vivia no Nebrasca, nos EUA. Foi vista pela última vez no dia 15 de novembro, depois de se ter encontrado com outra mulher, que conheceu através do Tinder. No Snapchat, a mulher tinha deixado também uma mensagem, antes de desaparecer, onde se podia ler "pronta para o meu encontro".

Numa mensagem publicada na página de Facebook, criada para ajudar a encontrar a mulher, a família confirmou a morte da jovem. "É com muito pesar que partilhamos esta atualização mais recente", escreveu.

Jeff Blieneister, da polícia de Lincoln, disse que devido a um conjunto de pistas digitais foi possível encontrar o corpo da mulher numa área rural. "Temos evidências de que se trata de um crime", disse o polícia, citado pela "BBC".

O corpo foi descoberto uma semana depois de a polícia ter detido a mulher com quem ela se encontrou antes de desaparecer. Bailey Boswell , de 24 anos, foi detida por suspeitas de estar envolvida na morte de Sydney.

Foi também detido um homem, identificado como Aubrey Trail. Tinham fugido com Bailey Boswell depois de a mulher ter desaparecido e foram apanhados no Missouri.

Ao "Lincoln Journal Star", Huston Pullen, porta-voz do FBI falou numa "situação muito complicada". As autoridades estão a tentar compreender o que aconteceu no dia do desaparecimento da mulher e perceber até que ponto os dois suspeitos estão envolvidos na morte de Sydney,

"Eles foram as últimas pessoas que a viram com vida e nós queremos manter o diálogo aberto", referiu.