EUA

Encontrada morta numa mala dias depois de ligar à mãe em pânico

Encontrada morta numa mala dias depois de ligar à mãe em pânico

Uma jovem foi encontrada sem vida dentro de uma mala, em Connecticut, nos EUA, dias depois contar à mãe que temia que alguém a matasse.

Valerie Reyes foi encontrada morta dentro de uma mala vermelha, próximo de uma estrada, na cidade de Greenwich, no estado de Connecticut, oito dias depois de desaparecer, a 29 de janeiro. A jovem, de 24 anos, telefonou à mãe em pânico, na noite anterior e confidenciou que estava com medo de que alguém a matasse.

"Ela estava realmente assustada, muito assustada", afirmou Norma Sanchez, a mãe da vítima ao WABC, um canal associado da cadeia de televisão CNN. A jovem, que sofria de ansiedade e depressão, não especificou se estava com medo de alguém em particular no telefonema.

O corpo da vítima foi encontrado por um grupo de trabalhadores da construção civil, próximo de uma rua residencial tranquila, na passada segunda-feira. Estava dentro de uma mala de viagem vermelha, com os pés e mãos atados, a mais de 20 quilómetros do apartamento em New Rochelle, onde vivia sozinha.

A investigação decorre com a colaboração de três departamentos da polícia norte-americana, porém, até à data, não há suspeitos e as causas do crime são desconhecidas. As autoridades interrogaram os moradores e pediram gravações vídeos dos sistemas de segurança próximos do local.

A mãe da jovem, assim como familiares e amigos, reuniram-se na passada quinta-feira à noite para rezarem à luz das velas em New Rochelle. "A minha filha não merecia o que quer que lhe tenha acontecido. Mais cedo ou mais tarde, vamos apanhar quem fez isto", disse a mãe, citada pela CNN.

ver mais vídeos