Buscas

Encontrado corpo de jovem inglesa que tinha desaparecido na Malásia

Encontrado corpo de jovem inglesa que tinha desaparecido na Malásia

Um grupo de voluntários encontrou o corpo da adolescente inglesa de 15 anos que tinha desaparecido no passado dia 4 de um resort de luxo, numa zona de selva na costa da Malásia.

Nora Quoirin, os pais e dois irmãos chegaram ao resort Dusun, no sul do Estado de Negeri Sembilan, no dia 3 para uma estadia de duas semanas. Mas no dia seguinte, a família deu conta do desaparecimento da adolescente de 15 anos do quarto de hotel.

As autoridades realizaram buscas, mobilizando mais de 150 efetivos, um helicóptero e cães pisteiros.

O corpo da jovem foi encontrado na terça-feira, a cerca de um quilómetro e meio do resort, por um grupo de voluntários que participou nas buscas.

Em comunicado, a família confessou estar de "coração partido" com a morte de Nora e agradeceu às 350 pessoas que participaram nas buscas na densa zona de mato em redor do resort. "Nora uniu pessoas, em especial de França, Irlanda, Reino Unido e Malásia, por amor e apoio a ela e à sua família".

"A crueldade da sua morte é insuportável", acrescenta a nota.

O corpo de Nora foi encontrado ao lado de uma zona montanhosa e "sem qualquer roupa", indicou o chefe da polícia Mazlan Mansor.

Nora tinha necessidades especiais, por ter nascido com uma desordem que afetou o desenvolvimento do cérebro.

A causa da morte da jovem não foi revelada e a polícia da Malásia indicou que a autópsia estava a ser feita.

O Dusun é um resort de quatro hectares, localizado a 800 metros acima do nível do mar, ao lado da Reserva Florestal de Berembun, zona de mato com mais de 1600 hectares. O complexo turístico tem capacidade para receber 20 pessoas em sete casas. Fica a uma hora, de carro, do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur, principal aeroporto do país.