Turquia

Erdogan diz que bombista suicida tinha entre 12 e 14 anos

Erdogan diz que bombista suicida tinha entre 12 e 14 anos

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou, este domingo, que o bombista suicida responsável pelo atentado num casamento na cidade turca Gaziantep, que provocou pelo menos 51 mortos, tinha entre 12 e 14 anos.

"A explosão resultou de bombista suicida com idade entre 12 e 14 anos que ou detonou [a bomba] ou foi detonada por outros", afirmou Erdogan, numa conferência de imprensa em Istambul.

O Presidente turco reiterou a informação anteriormente avançada de que o ataque terá sido perpetrado pelo grupo jiadista que se autoproclama de Estado Islâmico (também conhecido pelo acrónimo árabe Daesh).

Erdogan disse aos jornalistas que o balanço do número de mortos neste atentado subiu para 51, mais um do que os dados avançados anteriormente pelo governador de Gaziantep.

No total, 94 pessoas ficaram feridas no ataque, incluindo os noivos, que sobreviveram.

"Donde quer que este terror venha, isso não nos muda. Como nação, usaremos toda a nossa força, unidos, ombro a ombro, para lutar contra o terrorismo como o fizemos em 15 de julho", acrescentou Erdogan, referindo-se à recente tentativa de golpe de Estado na Turquia.