Mundo

Estado de saúde de Fidel ter-se-à agravado

Estado de saúde de Fidel ter-se-à agravado

O jornalista venezuelano Nelson Bocaranda revelou, esta quarta-feira, que a saúde do líder cubano, Fidel Castro, ter-se-à complicado nos últimos dias e que o ex-presidente de Cuba estará a ser tratado a uma infecção na sua casa em Havana.

"A saúde de Fidel Castro complica-se e essa teria sido a razão pela qual o presidente Hugo Chávez decidiu não ir a Cuba para continuar com o seu tratamento de quimioterapia e internar-se no Hospital Militar Carlos Arvelo em Caracas", começa por explicar o jornalista numa coluna chamada "Run Runes", publicada no diário venezuelano "El Universal".

Segundo Nelson Bucaranda "os medicamentos recomendados" para tratar o presidente venezuelano estavam em Caracas desde que iniciou o tratamento contra o cancro de que padece.

Por outro lado, sublinha que Fidel Castro sofreu "alguns momentos de inconsciência" no domingo, 21 de Agosto, recuperando-se "do estado comatoso em que esteve várias horas".

"Esta semana Fidel Castro voltou a recair e tem sido tratado a uma infecção no complexo habitacional onde vive, muito moderno, onde foi instalada uma sala de emergência hospitalar, assim como uma unidade de cuidados intensivos, após a grave crise de saúde que em 2006 o obrigou a retirar-se da presidência" de Cuba, concluiu.

Conteúdo Patrocinado