Mundo

Estilista iraniana morta por recusar sexo em grupo

Estilista iraniana morta por recusar sexo em grupo

Uma estilista iraniana de 29 anos foi assassinada, no passado fim de semana, em Itália, depois de recusar fazer sexo em grupo com um casal indiano com quem residia. O corpo da mulher foi encontrado a boiar na lagoa de Veneza.

Mahtab Ahad Savoji era uma estilista muito conhecida no Irão. Desde janeiro que se encontrava a viver em Milão, onde frequentava um curso de dois meses na Academia de Belas Artes de Brera.

Mahtab partilhava um apartamento com um casal indiano: Rajeshwar Sing, de 28 anos, porteiro de um hotel, e a sua noiva, Gagandeep Kaur, de 30 anos, camareira na mesma unidade turística.

A estilista já havia confessado a umas amigas o seu desagrado em partilhar o apartamento com o casal, pelo facto de ambos estarem a pressioná-la a relações sexuais em grupo.

Quando o corpo da estilista foi encontrado a flutuar na lagoa de Veneza, o casal indiano recusou-se a assumir responsabilidades na sua morte. Contudo, ao serem confrontados com imagens de câmaras de vigilância que mostravam o casal em viagem a transportar uma mala pesada, viram-se incapazes de continuar a mentir.

Confessaram ter estrangulado a estilista e disseram que, motivados pelo pânico, resolveram meter o corpo numa mala. Primeiro, levaram-na até à cidade de Lecco, situada a cerca de 55 quilómetros de Milão, com a intenção de atirar o corpo ao lago Como. Contudo, não o conseguiram fazer porque havia muita gente nas imediações.

Então, regressaram a Milão. Ali apanharam o primeiro comboio com destino a Veneza, onde acabaram por atirar o corpo à lagoa. Em seguida, regressaram a Milão de táxi, tendo o motorista revelado que pareciam muito tranquilos e que até haviam dormido durante toda a viagem.

A polícia de Milão pôde confirmar que o corpo encontrado em Veneza pertencia à estilista iraniana através das impressões digitais, que ela havia deixado em documentos entregues com vista à obtenção de uma permissão de residência por motivos de estudo.