EUA

Ex-diretor de campanha de Trump condenado a 3 anos e 11 meses de prisão

Ex-diretor de campanha de Trump condenado a 3 anos e 11 meses de prisão

O antigo diretor de campanha de Trump, Paul Manafort, foi, esta quinta-feira, condenado a três anos e 11 meses de prisão por fraude fiscal e bancária relacionada com o seu trabalho de consultoria para políticos ucranianos.

Manafort, de 69 anos, recebeu uma sentença muito inferior às recomendações do Departamento de Justiça norte-americano, que pediu ao juiz uma pena entre 19 e 24 anos de prisão para o ex-lobista.

A condenação de Manafort não está relacionada com as atividades que desempenhou como diretor da campanha presidencial de Donald Trump, embora tenha resultado da investigação sobre as suspeitas de conluio russo, liderada pelo procurador especial Robert Mueller.

Manfort tem pendente um outro processo, esse sim relacionado com a investigação ao alegado conluio entre a campanha eleitoral de Trump e o Governo da Rússia durante as eleições presidenciais de 2016, por ter mentido aos investigadores depois de se ter disponibilizado para colaborar em troca de uma redução da pena.