Estado Islâmico

Família repudia primeira mulher piloto dos Emirados

Família repudia primeira mulher piloto dos Emirados

A primeira mulher a pilotar aviões caça nos Emirados Árabes Unidos e que liderou o ataque do país contra o Estado Islâmico na Síria e no Iraque foi repudiada pela família.

Mariam Al Mansouri foi notícia em todo o Mundo por ter liderado o esquadrão do seu país no esforço internacional contra o Estado Islâmico, tendo vencido os preconceitos nacionais contra as mulheres.

No entanto, a família não gostou da atitude de Mariam e demonstrou apoio à causa do Estado Islâmico contra o regime de Bashar al-Assad, elogiando os "heróis sunitas do Iraque e do Levante".

"Nós, a família Mansouri nos Emirados Árabes Unidos declaramos publicamente que repudiamos a chamada Mariam Al Mansouri, bem como a brutal agressão internacional contra os irmãos do povo sírio, começando pela nossa ingrata filha Mariam Al Mansouri", pode ler-se num comunicado publicado por uma agência de notícias palestiniana.

As família recusa ainda sofrer as consequências da participação de Mariam nos ataques da coligação internacional encabeçada pelos EUA.