Brasil

Da ficção para a realidade: Figurante da "Cidade de Deus" mata sargento no Brasil

Da ficção para a realidade: Figurante da "Cidade de Deus" mata sargento no Brasil

Ivan da Silva, que participou como figurante no filme "Cidade de Deus", é um dos suspeitos do assassinato de um sargento no Vidigal, no sul do Rio de Janeiro. O ataque ocorreu na madrugada de domingo.

Três suspeitos da morte do polícia militar já foram identificados. Entre eles está um figurante do filme de Fernando Meirelles, que narra a história da Cidade de Deus e o crime organizado no Rio de Janeiro.

Ivan da Silva terá estado envolvido no ataque a vários polícias, na madrugada de domingo, que resultaram na morte do sargento Hudson Silva de Araújo. O sargento ainda foi socorrido por outros militares e transportado para o hospital, onde acabaria por morrer.

No grande ecrã, Ivan da Silva assumiu o papel de traficante droga. Na vida real, Ivan, "o terrível", como é conhecido, é alegadamente o chefe de uma rede de tráfico no Vidigal. O suspeito, de 34 anos, que já esteve detido cinco vezes, aparece numa das imagens mais emblemáticas do filme (ver galeria).

Com a morte do sargento Hudson Silva de Araújo, sobe para 91 o número de polícias assassinados, desde o início do ano, no Rio de Janeiro.

Conteúdo Patrocinado