EUA

Foge da prisão e vinte minutos depois é morto a tiro por mulher que ameaçou

Foge da prisão e vinte minutos depois é morto a tiro por mulher que ameaçou

Uma mulher da Carolina do Sul foi elogiada pelas autoridades norte-americanas por na terça-feira ter abatido a tiro um homem que tinha fugido da cadeia.

De acordo com as autoridades locais, Bruce McLaughin, de 30 anos, atacou dois guardas prisionais e fugiu da prisão na companhia de um outro prisioneiro, Timothy Dill. À "CBC News", as autoridades falam de um plano premeditado.

Durante a fuga, os dois separaram-se para dificultar o trabalho da polícia para a captura. Apesar do plano, cerca de 20 minutos depois de os alarmes da prisão terem disparado, os serviços de emergência receberam duas chamadas quase em simultâneo.

A primeira dava conta de um homem suspeito vestido com um macacão laranja. Foi através dessa chamada que a polícia conseguiu capturar Timothy.

Na segunda chamada, uma mulher deu conta de que tinha disparado contra um homem que lhe tinha entrado em casa e que a ameaçou. Quando chegaram ao local, as autoridades encontraram Bruce estendido no chão com um tiro na cabeça. O homem foi depois declarado morto no hospital.

"Poucas pessoas, até mesmo polícias, teriam este tipo de atitude. Esta mulher é uma espécie de heroína para nós", disse Rick Clark, Xerife do condado de Pickens, aos jornalistas, durante conferência de imprensa.

Bruce estava preso por roubo em primeiro grau, enquanto Timothy enfrentava uma pena por ataque sexual a menores. Vai agora responder por pelo menos seis novas acusações relacionadas com a fuga.

ver mais vídeos