Síria

Forças sírias retomam último reduto do grupo Estado Islâmico

Forças sírias retomam último reduto do grupo Estado Islâmico

As forças leais ao regime sírio retomaram este sábado o último reduto do grupo Estado Islâmico no país, em Tlul al-Safa, entre a capital, Damasco, e a província de Souieda, no sul do país.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, "as forças do regime passaram a controlar esta região após a retirada dos combatentes do Estado Islâmico para leste, na direção do deserto, ao cabo de várias semanas de cerco e bombardeamento intensivos".

Ao mesmo tempo, no leste, pelo menos 43 pessoas morreram em ataques aéreos conduzidos pela coligação liderada pelos Estados Unidos contra os jiadistas.

"Pelo menos 36 civis [familiares de jihadistas], entre os quais 17 crianças, foram mortas de madrugada em ataques da coligação anti-Estado Islâmico contra a aldeia de Abou el-Hosn", controlada pelos extremistas na província de Deir Ezzor, disse à France Presse o diretor do Observatório, Rami Abdel Rahman.

Imobusiness