Grécia

Gémeas de 9 anos encontradas mortas abraçadas aos avós

Gémeas de 9 anos encontradas mortas abraçadas aos avós

O pai de Sophia e Vassiliki recebeu a pior notícia, depois do desespero de não saber onde estavam as filhas gémeas de 9 anos, após os graves incêndios de segunda-feira na Grécia. As crianças foram encontradas mortas, abraçadas aos avós.

A família estava de férias em Rafina, quando os incêndios deflagraram. De acordo com o pai, Yiannis Philipopoulos​​​​, as gémeas, de 9 anos, desapareceram com os avós, enquanto fugiam das chamas, na segunda-feira. Os dias que se seguiram foram de desespero pela busca das duas meninas. O pai até pensou tê-las visto numa reportagem televisiva, mas não eram elas.

As imagens das gémeas circularam nos meios de comunicação internacionais e nas redes sociais. As meninas faziam parte da lista das pessoas desaparecidas num dos incêndios mais mortíferos do século.

"Infelizmente deve esperar-se o pior", anunciaram as autoridades gregas a Yiannis Philipopoulos. A família aguardava a confirmação dos testes de ADN dos 26 corpos encontrados carbonizados na terça-feira, no topo de uma falésia. E os resultados chegaram este sábado: as duas irmãs gémeas morreram abraçadas aos avós, noticia o jornal italiano "Il Messaggero".

ver mais vídeos