Venezuela

Governo de Maduro proibe saída de embarcações dos portos

Governo de Maduro proibe saída de embarcações dos portos

O governo venezuelano proibiu a saída de qualquer embarcação dos portos da Venezuela, quando faltam quatro dias para a entrada de ajuda humanitária no país, anunciada pelo autoproclamado presidente interino, Juan Guaidó.

Segundo a agência noticiosa France Presse, que cita um documento militar, o aparelhamento de embarcações em todos os portos venezuelanos foi suspenso até domingo por razões de segurança.

Não foi referida a situação das embarcações que tentam chegar ao país.

Na terça-feira, a Venezuela encerrou, por tempo indeterminado, as comunicações aéreas e marítimas com as ilhas caribenhas de Aruba, Bonaire e Curaçau.

O encerramento das fronteiras acontece a poucos dias da data limite (23 de fevereiro) imposta pelo autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, para a entrada de ajuda humanitária internacional, que se encontra em Curaçau, Cúcuta (Colômbia) e no Brasil.

Imobusiness