França

Governo francês usa gatos para resolver praga de roedores

Governo francês usa gatos para resolver praga de roedores

Tal como aconteceu em Inglaterra, o Governo francês trouxe gatos para o Palácio do Eliseu de forma a resolver uma praga de ratos.

De acordo com o "The Telegraph", alguns relatos em França dizem que o secretário de Estado para as Relações com o Parlamento, Christophe Castaner, trouxe dois gatos, Nomi e Noé, para acabar com os roedores nos escritórios próximos do Palácio Eliseu.

A proliferação de roedores estendeu-se também ao Ministério do Interior, onde a vice-ministra, Jacqueline Gourault, foi obrigada a colocar armadilhas no seu escritório.

Paris sofre de uma praga de ratos, com uma população que se acredita que supere até os habitantes da capital francesa. Um problema semelhante ao que se passa em Londres e que levou o Governo britânico a tornar os felinos parte das relações públicas e diplomacia.

Palmerston é um dos gatos do Governo britânico que já foi apresentado a vários líderes mundiais, graças ao Ministro dos Negócios Estrangeiros, Simon McDonald, que ajuda a tomar conta dele. "Number 10's Larry" é o outro felino britânico, adotado em 2011, que está no número 10 de Downing Street, onde vive a primeira-ministra, Theresa May.

Outros países estão a seguir a moda de ter um "gato de Estado", como a Jordânia e a Nova Zelândia (cujo gato morreu num acidente recentemente).

ver mais vídeos