Grécia

Governo grego negoceia na Suíça repatriamento de capitais

Governo grego negoceia na Suíça repatriamento de capitais

A Grécia está a negociar um acordo com a Suíça para poder repatriar milhares de milhões de euros gregos que se encontram em bancos suíços e assim recuperar 6 mil milhões de euros de capitais evadidos e não declarados.

Para que tal aconteça, está prevista uma reunião este domingo na Suíça entre o vice-ministro grego, Yorgos Mavraganis, e dirigentes de vários bancos suíços e na segunda-feira com o secretário de Estado dos Assuntos Financeiros Internacionais, Michael Ambühl, noticia a agência noticiosa espanhola EFE, que cita o jornal grego Kathimerini.

O diário grego diz que o acordo dará aos clientes gregos dos bancos suíços a escolha entre manter o anonimato e pagar impostos sobre 45 % do valor dos seus fundos ou submeter as suas contas à inspeção das autoridades gregas, que decidirão as taxas a impor, consoante a origem do dinheiro.

Nos casos em que se conclua que o dinheiro foi obtido de maneira ilícita, este será imediatamente confiscado.

O semanário alemão Der Spiegel publicou recentemente uma análise de uma consultora financeira suíça, onde se estimava que cerca de 20 mil milhões de euros de cidadãos gregos estivessem parqueados em contas bancárias na suíça, dos quais 99 % não está declarado.

ver mais vídeos