Indonésia

Imagens mostram cachalote morto com seis quilos de plástico no estômago

Imagens mostram cachalote morto com seis quilos de plástico no estômago

Um cachalote morto que deu à costa, num parque natural da Indonésia, tinha cerca de seis quilogramas de resíduos de plástico no estômago.

A carcaça do animal, com quase 10 metros, foi encontrada junto à ilha Kapota, no Parque Nacional de Wakatobi, na segunda-feira. Dentro do estômago do animal, as autoridades encontraram 115 copos de plástico, quatro sacos de plástico e dois chinelos de dedo.

A descoberta deixou muitos ambientalistas revoltados com a situação. "Apesar de não ser possível confirmar as causas da morte do animal, os factos aqui apresentados são verdadeiramente preocupantes", disse Dwi Suprapti, uma especialista em conservação de espécies marinhas e coordenadora do Fundo Mundial para a Natureza (FMN), na Indonésia, citada pela Associated Press.

Através do Twitter, o FMN da Indonésia apresentou uma fotografia onde é possível ver o amontoado de lixo encontrado no interior do estômago do animal.

"Plásticos duros (19 peças, 140 gramas), garrafas de plástico (4 peças, 150 gramas), sacos de plástico (25 peças, 250 gramas), chinelos (duas peças, 270 gramas), pedaços de corda (3,26 quilos) e copos de plástico (115 peças, 750 gramas)", pode ler-se na publicação.

O excessivo uso de material de plástico é um problema em alguns países do sudoeste asiático, incluindo a Indonésia. A China, a Indonésia, as Filipinas, o Vietname e a Tailândia são os cinco países responsáveis por 60% dos resíduos de plástico que acabam nos oceanos, de acordo com dados apresentados pela organização ambientar Conservação dos Oceanos.

Um outro relatório apresentado no início do ano dava conta de que a quantidade de plástico presente no oceano poderia triplicar numa década.