Tribunal

Iraniano condenado a 10 anos de prisão por espionagem para o Reino Unido

Iraniano condenado a 10 anos de prisão por espionagem para o Reino Unido

A justiça do Irão condenou um cidadão iraniano a 10 anos de prisão sob acusação de espionagem para o Reino Unido.

De acordo com a agência de notícias oficial ISNA, um porta-voz da justiça, Gholamhossein Esmaili, disse que o suspeito trabalhou para o centro cultural British Council e que cooperou com os serviços de informação do Reino Unido.

Esmaili não identificou o suspeito por nome ou sexo.

O porta-voz disse que o suspeito foi condenado depois de "confessar claramente as suas contribuições para os serviços de informação britânicos".

Uma mulher britânica-iraniana detida em Teerão, Nazanin Zaghari-Ratcliffe, está a cumprir uma sentença de cinco anos de prisão por supostamente planear a queda do governo do Irão.

Zaghari-Ratcliffe, que trabalha para o setor que cuida dos trabalhos sociais e de caridade da Thomson Reuters, foi presa em abril de 2016. A sua sentença foi amplamente criticada por vários países e instituições.

O Irão não reconhece a dupla nacionalidade.