Brasil

Jovem de 15 anos mantida em cativeiro como escrava sexual

Jovem de 15 anos mantida em cativeiro como escrava sexual

Uma adolescente de 15 anos foi resgatada, na terça-feira à noite, de uma casa onde foi mantida em cativeiro, em Goiânia, no município de Goiás (Centro-Oeste do Brasil).

Segundo declarações da vítima à Polícia Civil local, a jovem foi agredida e abusada sexualmente durante os três meses em que esteve presa, numa habitação do bairro Nova Esperança. O suspeito dos crimes, um jovem de 20 anos, já foi detido.

Segundo o site de notícias "G1", da brasileira "Globo", a Polícia Militar, responsável pela operação de resgate, conseguiu localizar a adolescente depois de as autoridades terem recebido uma denúncia segundo a qual o imóvel em questão estaria a ser utilizado para tráfico de droga.

"Quando lá chegamos, ouvimos os pedidos de socorro. A equipa arrombou a porta e encontrou a menor", disse o tenente Guilherme Gonzaga, detalhando o testemunho relatado pela vítima às autoridades: "Contou que o suspeito lhe limitava a comida e a água, que a agredia, mantinha atos libidinosos sem consentimento e ameaçava furar-lhe os olhos".

Segundo a Polícia Civil, que recebeu a jovem depois do resgate, o alegado agressor ameaçava a vítima com a morte da família, caso esta tentasse fugir.

Na casa onde a jovem foi mantida presa, a Polícia Militar encontrou munições e droga (canábis e cocaína), tendo apreendido todo o material e procedendo, mais tarde, à detenção do suspeito.

O homem foi indiciado por posse de munições ilegais, tráfico de droga, rapto e por manter uma pessoa em cativeiro.