Mundo

Kadafi morreu com um tiro na cabeça

Kadafi morreu com um tiro na cabeça

As novas autoridades líbias vão devolver o corpo de Muammar Kadafi aos seus familiares, anunciou um responsável do Conselho Nacional de Transição. Autópsia confirmou que o ex-líder líbio morreu com um tiro na cabeça.

Ao contrário do que tinha sido previamente anunciado, Kadafi foi autopsiado, este domingo de manhã, e o chefe da patologia forense líbia, Othman al-Zintani, confirmou que o ex-líder líbio morreu com um tiro na cabeça.

Sobre a devolução do corpo, Ahmed Jibril, um responsável do Conselho Nacional de Transição (CNT), explicou que "a decisão tomada foi de devolver o corpo à sua família mais alargada, já que nenhum membro de sua família próxima está presente".

"O CNT está em conversações com a família. É sua família que decidirá onde Kadafi será enterrado, em concertação com o CNT", declarou, recusando-se a precisar quando o corpo será entregue.

Depois da morte de Muammar Kadafi, na quinta-feira, em Syrte, centenas de líbios afluem para ver com os seus próprios olhos o cadáver do ex-dirigente do país, que está exposto numa câmara frigorífica na cidade de Misrata.

Num comunicado divulgado pelo canal de televisão Arrai, na sexta-feira, a viúva de Kadafi apelou à ONU e às organizações internacionais para fazerem pressão sobre o CNT para devolver os corpos de seu marido e de seu filho Mutassim, morto também, na quinta-feira, em Syrte.

Fontes oficiais tinham declarado que Muammar Kadafi seria enterrado num lugar secreto, para evitar peregrinações ao seu túmulo.

Conteúdo Patrocinado