Mundo

Líder da Oposição pede eleições antecipadas para "quebrar impasse" do Brexit

Líder da Oposição pede eleições antecipadas para "quebrar impasse" do Brexit

O líder do Partido Trabalhista britânico, Jeremy Corbyn, voltou a defender eleições legislativas antecipadas "o mais rapidamente possível" para "quebrar o impasse" em relação ao "Brexit".

O líder do principal partido da oposição ao Governo de Theresa May repetiu que o Labour vai votar contra "o mau acordo" de saída do Reino Unido da União Europeia e defendeu que "se o Governo não consegue fazer aprovar" o pacto, então deve antecipar eleições.

"É não só a opção mais realista, como a mais democrática", disse Corbyn num discurso numa empresa de componentes elétricos em Wakefield, no norte de Inglaterra, afirmando que quem vencer as eleições poderá depois "negociar um acordo melhor".

Caso não sejam antecipadas eleições, prosseguiu, o Partido Trabalhista vai apresentar uma moção de censura "no momento em que achar que tem melhores hipóteses de vencer".

O líder trabalhista insistiu por outro lado que prefere eleições antecipadas à realização de um segundo referendo, o que é defendido por vários deputados trabalhistas.

"Mantemos todas as opções sobre a mesa", disse, acrescentando, contudo, que "a prioridade" é a antecipação das eleições.

Os deputados britânicos votam na próxima terça-feira o acordo de saída da UE, mas o chumbo do texto parece quase inevitável.

Jeremy Corbyn rejeitou que "a verdadeira divisão" no Reino Unido seja entre os que querem sair da UE e os que querem permanecer, mas sim entre "os trabalhadores e a elite", que "fixa as regras" e "recolhe os frutos".