Caso

Portuguesa dada como desaparecida em Barcelona fugiu do ex-namorado

Portuguesa dada como desaparecida em Barcelona fugiu do ex-namorado

Margarida Simões, a jovem de 24 anos dada como desaparecida desde segunda-feira, em Barcelona, regressou esta quarta-feira à casa da mãe, no Seixal, depois de fugir do ex-namorado.

A mãe alertou as autoridades e o caso está agora a ser investigado pela Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo (UNCT) da PJ por suspeitas de sequestro.

Margarida Simões encontra-se na noite desta quarta-feira em observação no Hospital Garcia de Orta, onde permanecia pelas 22.30 horas. Só depois de sair é que vai falar com os inspetores da UNCT.

A jovem seixalense terá sido raptada pelo ex-companheiro e mantida em cativeiro sob ameaça de morte em casa deste durante três dias. Até ao momento não são conhecidas detenções.

A jovem não era vista desde o final da tarde de segunda-feira, em Sant Pere de Ribes, na zona de Barcelona, perto do castelo.

"A Margarida foi localizada em Portugal, na casa de um familiar. Obrigado pela colaboração", lê-se num comunicado dos Mossos d'Esquadra no Twitter, sem mais esclarecimentos sobre o caso.

As autoridades espanholas tinham lançado um apelo para que quem tivesse informações sobre a jovem contactasse o 112. Ao JN, fonte da Secretaria de Estado das Comunidades tinha garantido que "o Ministério dos Negócios Estrangeiros não recebeu qualquer pedido de apoio a propósito da situação desta cidadã".