O Jogo ao Vivo

EUA

Mata a namorada e partilha fotos do cadáver na Internet com pedido de desculpa

Mata a namorada e partilha fotos do cadáver na Internet com pedido de desculpa

Uma jovem de 17 anos, que se tornou popular nas redes sociais, foi assassinada, no domingo. O principal suspeito, que ainda tentou o suicídio após o crime, partilhou fotos do cadáver da vítima na Internet.

Bianca Devins tornou-se uma figura popular nas redes sociais, principalmente junto da comunidade "gamming", graças às constantes partilhas que fazia do seu dia-a-dia. No final da tarde de domingo, escreve a "CNN", a polícia de Utica, em Nova Iorque, foi alertada por um homem, que ameaçava suicidar-se. Nas várias chamada que fez, confessou ter assassinado a namorada.

Quando as autoridades chegaram ao local, o homem golpeou o próprio pescoço com uma faca, mas acabou por ser detido. Nesse momento, um dos agentes destacado para o local viu cabelo castanho debaixo do tapete e o homem confessou que o cabelo pertencia à mulher que ele tinha ferido.

A polícia acabaria por encontrar o cadáver de uma jovem, que foi identificada como sendo Bianca Devins. O cadáver apresentava várias marcas de ferimentos na zona do pescoço.

Tinham-se conhecido no Instagram

A CNN, citando fonte policial próxima da investigação, refere que o casal se tinha conhecido há dois meses e que tinham desencolvido um relacionamento amoroso.

O crime terá acontecido depois de uma discussão. "Ele tirou fotografias do cadáver e publicou na plataforma Discord", confirmou a Polícia. A Discord é uma aplicação de chat muito conhecida entre a comunidade "gammer". Antes mesmo de ser detido, partilhou uma imagem, que as autoridades confirmaram ao "The Huffington Post" ser autentica, a pedir desculpa a Bianca.

A polícia foi depois alertada por muitos desses utilizadores que viram as imagens publicadas online. O suspeito, de 21 anos, e identificado como sendo Brandon Clark, foi levado para o hospital e submetido a uma cirurgia. Apesar dos ferimentos deve recuperar nos próximos dias.

Na segunda-feira foi acusado de homicidio em segundo-grau e permanece detido na cadeia de Oneida.